DE UM TUDO | 13 a 28 de janeiro



IMG-20180110-WA0000

DE UM TUDO

O roteiro assinado por Alan Miranda e Daniel Arcades (reconhecido como Melhor Autor no Prêmio Braskem de Teatro 2017) mergulha na identidade baiana com muito humor, e também com uma profunda reflexão sobre as heranças e costumes do povo. Segundo Alan, “Este recital surge do convite de Guerreiro para falarmos da baianidade e do baianês, tendo como pano de fundo uma reflexão cômica e dialética sobre temas como preguiça, sexualidade, comportamento e cultura”. Para Arcades, “Ao longo do processo percebemos que a nossa linguagem e o nosso vocabulário tão característico advêm de todas as coisas que a gente tem vivido e tudo que permeia a Bahia. No início era um espetáculo para falar do vocabulário baiano, mas que hoje discute a identidade baiana”, completa.

Para representar este “modus vivendi” baiano, Guerreiro escolheu um elenco de peso, como a cantora Ana Mametto – em sua estreia como atriz – Alexandre Moreira, Denise Correia, Diogo Lopes Filho, José Carlos Júnior e o cantor e compositor Gerônimo Santana. “Este é um trabalho de reconhecimento da nossa maneira de ser e reflexo de uma baianidade construída a partir de Jorge Amado, Caribé, Caymmi e também de todos nós”, ressalta o ator Diogo Lopes Filho.

As músicas inéditas, destaque no espetáculo, são assinadas pelo cantor e compositor Gerônimo Santana e conduzem as histórias e conflitos vividos pelos personagens ao longo de toda a apresentação. A direção musical é assinada por Yacoce Simões, que também é responsável pelos arranjos e pela execução das músicas durante todo o espetáculo.

“As músicas são divertidas, mas também nos fazem refletir sobre questões sérias do nosso cotidiano, tudo de forma muito leve e engraçada, como nós somos de verdade”, explica Gerônimo, que segundo Guerreiro é a personificação do jeito de ser do baiano. “Ele tem esta alma, tem uma baianidade nata”, resume o diretor. São 10 canções que permeiam todo o espetáculo apresentando situações, personagens e trazendo muito humor ao palco, numa profusão de ritmos como arrocha, axé, bolero, reggae, rap e samba-reggae.

O espetáculo marca também a festejada volta de Fernando Guerreiro aos palcos e à comédia. “De forma despretensiosa, como uma ‘conversa na mesa de um bar’, discutimos questões identitárias importantes nas quais o público poderá se reconhecer, aprofundar, participar e também acrescentar novas histórias. É um espetáculo vivo”, diz Guerreiro. O cenário, assinado por Euro Pires, reproduz e resgata um lugar tipicamente baiano: as coloridas barracas de festas populares, que no espetáculo é representada pela Barraca de Dona Nadú.

O espetáculo conta também com direção coreográfica de Rita Brandi, figurino de Euro Pires e iluminação de Fernanda Paquelet.

“De um Tudo” é uma realização da Via Press Comunicação e Eventos com parceria de Paula Hazin e produção executiva de Rodrigo Almeida.

 

Serviço:

O Quê: De Um Tudo
Onde: Teatro Módulo
Quando: De 13 a 28 de janeiro, aos Sábados às 21h e Domingos às 19h
Quanto: R$ 50,00 inteira | R$ 25,00 meia
Informações: (71) 2102-1392/2102-1350

 

Ficha técnica

Direção – Fernando Guerreiro
Gênero – Comédia
Texto – Alan Miranda e Daniel Arcardes
Música – Gerônimo Santana
Direção Musical – Yacoce Simões
Elenco – Alexandre Moreira, Ana Mametto, Denise Correia, Diogo Lopes Filho, José Carlos Júnior e Gerônimo Santana.
Cenário e figurino – Euro Pires
Iluminação – Fernanda Paquelet
Coreografia: Rita Brandi
Produção Executiva – Rodrigo Almeida
Realização – Via Press Comunicação e Eventos e Paula Hazin
Duração – 80 minutos